Carro parado na quarentena. E agora?

Home office? Carro flex estacionado praticamente sem uso por muitos meses? Veja nossas dicas de manutenção preventiva e não fique na mão.

 

Você pediu e nós atendemos. São muitas as mensagens a respeito da manutenção preventiva do seu carro em tempos de quarentena e nós da PROD temos o dever de ajudar.

O mundo está em constante evolução, muita coisa mudando o tempo todo. Em março último fomos impactados com a COVID19 e com ela, as restrições de contato e locomoção de todo o mundo. Não sabemos até quando vão, mas com isso, entre outras tantas limitações, temos utilizado menos – ou as vezes nada – nossos carros.

Listamos abaixo os 09 principais itens que devem receber uma atenção especial nesse período. Se ligue:

 

1.Bateria

Sabia que a bateria automotiva fornece energia ao motor de partida do carro e alimenta todo o sistema elétrico quando o motor está desligado?

Além de evitar deixar faróis, luzes internas e sistemas de som ligados, recomendamos que, em carros com menos de 10 anos de uso, o veículo seja ligado ao menos uma vez por semana. Dê um passeio rápido, se possível, para que ela seja recarregada. Isso evita que o ácido da solução dentro da bateria se concentre no fundo e corroa as placas de chumbo, o que reduz a capacidade de recarga e, consequentemente, sua vida útil.

Lembrando que uma bateria de qualidade e com a manutenção preventiva em dia dura em média de 2 a 3 anos.

 

2.Motor

O carro é um sistema, o que significa isso? Todos os componentes trabalham em conjunto para o correto funcionamento. O motor é um dos principais e mais complexos.

Para evitar problemas futuros, é aconselhável que o carro seja ligado ao menos uma vez por semana, mas não faça isso em estacionamentos fechados e sem ventilação, os gases emitidos são tóxicos e prejudiciais à saúde.

O ideal será um pequeno passeio por, pelo menos, quinze minutos, respeitando os direcionais de higiene e segurança, para que o óleo percorra todas as partes do motor, lubrificando as peças e evitando potenciais riscos.

De bônus você ainda carrega sua bateria. Importante: se o carro já estiver há dois meses sem ser ligado, o faça e deixe de 15 a 20 minutos ininterruptos.

 

3.Pneus

Um pneu pode durar entre 25 e 70 mil quilômetros rodados. Para aumentar a durabilidade, aconselhamos que sejam feitos alinhamento e balanceamento a cada 5 mil e rodízio de pneus a cada 10 mil quilômetros percorridos.

No caso de um certo tempo sem uso, o ideal é que os pneus do seu carro sejam calibrados no nível máximo aconselhado pelos fabricantes (informação no manual ou, muitas vezes, na dobradiça das portas ou no porta-luvas), aquele nível definido como “de carga”, quando o veículo irá suportar o peso máximo de capacidade.

Além disso, evite deixar o carro em uma mesma posição sempre e nunca estacione encostado na guia da sarjeta, pois isso pode ocorrer a deformação da borracha e causa o efeito do “pneu quadrado”.

A dica é movimentar o carro a cada 10 dias para que não cause a deformação e a segurança seja comprometida pelo desbalanceamento das rodas e trepidação do volante em velocidades mais altas.

 

4.Tanque de combustível

Esse ponto é bastante sensível. Tanto com gasolina comum, aditivada quanto no etanol no tanque, todos correm o risco de se deteriorar se armazenados por períodos prolongados. A primeira dica aqui é: evite deixar o carro exposto ao Sol, pois isso influencia muito na velocidade da degradação, mesmo com a proteção natural do tanque de combustível.

A dica preciosa e que vale para qualquer um dos três combustíveis é: encha o tanque ao máximo para evitar o oxigênio no compartimento. Tanto a umidade quanto o oxigênio contribuem para que o combustível se degrade mais rapidamente. Ainda mais o etanol que tem alta absorção de água, inclusive do ar.

Além disso, deixar o tanque vazio pode fazer com que ao abastecer novamente após um longo período, o novo combustível pode se contaminar com o velho no tanque e, quando misturados, perder a qualidade.

Se seu carro tem tanquinho de gasolina para auxiliar na ignição do veículo, deixar cheio com gasolina aditivada que tem maior durabilidade.

Ao voltar ao uso constante do carro, faça uso do Aditivo PROD+ Limpa Sistema de Injeção Gasolina/Flex para otimizar o consumo de combustível, melhorar a performance do motor, evitar problemas com entupimento dos injetores, reduzir a emissão de poluentes e ainda manter as especificações originais do motor por muito mais tempo

Aditivo Limpa Sistema de Injeção Flex/Gasolina PROD
Limpa Sistema de Injeção Flex/Gasolina

5. Óleo do motor

A validade do óleo do motor é de aproximadamente seis meses. Deixar o motor desligado por muito tempo ajuda na degradação do óleo e consequente diminuição da vida útil do componente.

Caso o veículo esteja com o óleo lubrificante velho, ou próximo a meio ano de utilização, aconselhamos que realize a troca do óleo lubrificante juntamente com o filtro de óleo para que não tenha nenhuma surpresa quando voltar a usar o automóvel.

Utilizar um óleo velho faz com que o atrito e desgaste das peças do motor aumentem pois ele pode ter perdido suas propriedades lubrificantes.

 

6. Freios e fluidos de freio

Caso seu carro fique exposto a muitas mudanças climáticas, especialmente locais úmidos ou com maresia, as chances de oxidação nos discos de freios aumentam, mas basta uma pequena volta utilizando o freio, que ele mesmo faz a raspagem das pequenas partes oxidadas.

Para isso, ande em baixa velocidade e cheque a existência de algum ruído anormal ou ineficiência no freio. Muitas vezes em pouco tempo de uso, o barulho pode sumir, mas caso não aconteça, um profissional deve ser contatado para verificação do sistema de freio.

É importante também que procure um profissional especializado para verificar o nível do fluido e freio. Mas não abra o compartimento e muito menos complete o volume, pois fazendo isso poderá ocorrer a contaminação do componente e comprometer o desempenho.

Ao completar sem a supervisão de um especialista, existe o risco de usar especificações e marcas diferentes que podem ser prejudiciais ao sistema. Se o nível estiver baixo, o profissional poderá identificar e corrigir um potencial vazamento.

 

7. Radiador

Na manutenção preventiva do radiador, é importante checar o nível e o estado do líquido de arrefecimento após o período sem uso. Essa checagem é de extrema importância, pois caso o líquido esteja escuro, significa que possui impurezas e não está cumprindo suas funções no sistema, podendo ocasionar entupimento das câmaras internas e mangueiras, gerar superaquecimento e até fundir o motor.

Importante: o líquido não deve ser preenchido somente com água. Os componentes são: água limpa e desmineralizada e um aditivo. Aconselhamos o PROD+ Aditivo para Radiador Pronto Para Uso. Caso seja preenchido somente com água, com o tempo essa mistura vai empobrecendo, ocasionando aumento de temperatura, do desgaste das peças e um potencial pane de todo o sistema. Consulte e siga sempre as recomendações do manual do fabricante.

Aditivo para Radiador Pronto para Uso da PROD+
Aditivo para Radiador Pronto para Uso da PROD+

 

8. Ar-condicionado

Ligue o carro pelo menos uma vez por semana, por 30 minutos, com a função de recirculação aberta. O filtro, por ser um ambiente úmido, acaba acelerando a proliferação de bactérias e o consequente surgimento de um odor desagradável.

Se já estiver com mal cheiro, com a recirculação fechada, ligue a ventilação na maior temperatura possível e deixe funcionando por 10 minutos. Se ainda assim não se resolver, procure um profissional e promova a higienização do sistema.

 

9. Pintura e revestimentos

O último ponto da manutenção preventiva para esse período de quarentena é a respeito do cuidado com a pintura e revestimentos do seu carro. Aconselhamos a realizar uma boa limpeza interna e externa no seu veículo. Internamente existe o risco de haver restos de comida ou mesmo embalagens alimentícias que, em contato com os bancos e superfícies, podem causar manchas no acabamento. A limpeza externa é aconselhável para ajudar a manter a pintura em bom estado. Encerar também é interessante, pois impede que a sujeira grude na pintura. Evite deixar o carro exposto ao Sol, e caso não seja possível, considere a aquisição de capas automotivas para melhor manutenção.

Manutenção Preventiva Carro Flex PROD
Manutenção Preventiva Flex/Gasolina

 

Para mais dicas e conteúdos, acesso o perfil PRO no instagram.

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on email
Email
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on linkedin
LinkedIn