Entenda quais os principais cuidados com o tanque estacionário para Diesel!

O transporte e armazenagem do Diesel em tanque estacionário exige um cuidado especial, por estar sujeito a vários riscos relacionados a sua conservação.

Pensando nisso, deve-se estar atento aos devidos cuidados que devem ser tomados no processo de armazenamento do Diesel para que sua qualidade seja preservada.

Para isso, nossa equipe elaborou dicas e principais cuidados que você deve ter durante a manutenção do seu tanque estacionário para Diesel. Confira neste artigo:

  • Os cuidados necessários ao armazenar Diesel em um tanque estacionário;

  • O que preciso saber sobre a limpeza do tanque estacionário para Diesel;

 

Principais cuidados com o tanque estacionário para Diesel:

  • Se atente ao acúmulo de água no tanque:

Ocasionalmente ocorre a condensação da umidade do ar nas paredes internas do depósito. Dessa forma, é natural que com o tempo, a água condensada comece a se acumular no tanque estacionário.

O acúmulo dessa água resulta no aparecimento de fungos e bactérias que se alimentam do óleo diesel.

A medida que esses organismos se multiplicam, é depositado no fundo do tanque um material microbiológico que recebe o nome de Borra. Ela prejudica o combustível e satura elementos filtrantes mais rapidamente.

A presença desse material no tanque estacionário pode comprometer as tubulações e filtros de combustível, por isso, é importante a drenagem do tanque semanalmente.

 

  • Não deixe o Diesel envelhecer dentro do tanque:

O óleo Diesel envelhecido no tanque pode liberar sedimentos que danificam o sistema de abastecimento e comprometem a qualidade e o desempenho do combustível.

Isso pode fazer com que o Diesel envelhecido resulte na formação de peróxidos ocasionando o entupimento dos filtros e no travamento das bombas e bicos.

Portanto, fazer um cálculo de consumo assertivo é recomendado para evitar que o Diesel fique envelhecido no tanque estacionário.

 

  • Mantenha o combustível afastado de temperaturas elevadas:

O tanque estacionário para Diesel não pode ficar localizado em locais muito quentes, sejam eles naturalmente mais abafados ou aquecidos devido a presença de maquinário.

O superaquecimento desse combustível contribui para seu envelhecimento, que por sua vez libera sedimentos que podem entupir tubulações, válvulas, filtros e gerar grandes prejuízos.

 

  • Se atente ao material de que é feito e as características do tanque de armazenamento:

O Diesel combustível não pode ser armazenado em recipientes de cobre, chumbo, titânio, zinco ou feitos de aços revestidos em bronze ou latão.

Essa restrição se dá, porque materiais dessa natureza também contribuem para oxidação do combustível e geram acúmulo de resíduos prejudiciais para a qualidade do produto.

A recomendação é sempre optar por um produto de maior qualidade, pois esse te trará menos prejuízos no futuro. Dê preferência para a compra de um tanque estacionário feito com material de aço carbono.

Outra coisa que se deve estar atento, são as características do seu tanque, isso influencia nos cuidados.

É importante ter atenção ao tipo de tubulação e às conexões que são utilizadas. Também conheça a inclinação do seu tanque para levar em consideração questões como local de drenagem e ventilação.

 

  • Faça checagens regulares:

A manutenção preventiva é uma prática muito importante para assegurar a qualidade do seu produto e a preservação do seu material. A prevenção é naturalmente negligenciada por gestores e demais profissionais, porém ela pode evitar grandes prejuízos!

É de extrema importância realizar drenagens regulares do tanque estacionário, elas são recomendadas diariamente. Se não for possível nessa regularidade, essa drenagem deve ser feita, no máximo, uma vez por semana.

A periodicidade dessas inspeções vai depender de uma série de fatores que têm que ser levados em consideração. Esses fatores vão do material do seu tanque estacionário até a incidência de uso e orçamento da empresa.

Entenda quais os principais cuidados com o tanque estacionário para Diesel!
Tanque contaminado.

 

O que preciso saber sobre a limpeza do tanque estacionário para Diesel: 

  • Com qual regularidade se deve realizar a limpeza do tanque?

A limpeza de um tanque para diesel é recomendada a cada seis meses. No entanto, deve-se estar atento durante as inspeções preventivas, caso haja alguma anormalidade, providencie a limpeza o quanto antes.

 

  • Procure sempre pessoas especializadas para realizar a limpeza:

O processo de limpeza de um tanque estacionário é bastante complexo. Se as especificações estabelecidas em lei não forem seguidas, pode ser categorizado como um crime ambiental.

Além disso, um pessoal especializado pode oferecer uma limpeza eficaz sem apresentar riscos de acidentes ou contaminações.

 

  • Como é feita a limpeza de um tanque estacionário para Diesel:

  1. Remoção de todo o Diesel e inertização do tanque.

O processo de limpeza de um tanque de Diesel se inicia com a drenagem do combustível excedente e armazenamento do mesmo.

Após o esvaziamento é preciso que os bocais sejam abertos e haja uma ventilação forçada dos vapores excedentes presentes no tanque.

Caso haja necessidade, será realizada a inertização do tanque, uma medida  secundária que auxilia na limpeza do tanque estacionário.

Esse processo consiste na aplicação de vapor de hidrocarbonetos a fim de reduzir o percentual de oxigênio em um ambiente fechado. Ele evita e previne explosões e incêndios dentro do tanque e deve ser feito por profissionais qualificados.

 

  1. Remoção de detritos.

A limpeza é feita a partir da remoção de sedimentos e detritos mais pesados que se alojam nas paredes do tanque estacionário. Essa remoção é realizada seguindo um processo de hidrojateamento de alta pressão.

Uma mangueira de água pressurizada é acionada contra as paredes do tanque, liberando toda a sujeira contida no depósito. Segundo o manual de Óleo Diesel da Petrobras, alguns profissionais recomendam o uso de água sanitária em decorrência da ação bactericida do produto.

Dessa forma, normalmente, não é necessária a estrada de pessoas dentro do tanque estacionário.

Somente em casos muito específicos é necessário que a limpeza aconteça de forma manual. A entrada de uma pessoa só é autorizada com os devidos cuidados sendo tomados para preservar a integridade do trabalhador e as normas de Trabalho Vigentes.

 

  1. Tanque seco:

É de extrema importância que o tanque estacionário esteja seco antes de receber, novamente o Diesel combustível. Já destrinchamos neste artigo os riscos do acúmulo de água no tanque e conhecemos os riscos.

 

  1. Eliminar os sedimentos adequadamente:

Não é tão simples descartar o material deixado no tanque estacionário pelo acúmulo de água em contato com o Diesel combustível.

Para realizar o descarte deste produto é necessário a autorização do órgão responsável de cada estado. No caso de São Paulo, exige o porte do Certificado de Movimentação de Resíduos de Interesse Ambiental (CADRI) licenciado ou autorizado pela CETESB.

Esse descarte deve ser feito seguindo a legislação ambiental vigente, sendo destinado a locais de reprocessamento, armazenamento, tratamento ou disposição final. 

Conte com a PROD EXTREME para evitar o aparecimento da borra no tanque estacionário e garantir a qualidade do seu combustível!

Saiba mais como nosso Aditivo Multifuncional Extreme e o Biocida Extreme são excelentes opções para quem preza pelo desempenho do combustível. Essencial para evitar o envelhecimento do combustível e eliminando fungos e bactérias.

Veja também outros artigos que escrevemos para você clicando aqui:

 

Gostou desse conteúdo? Nos acompanhe nas redes sociais!

PROD Aditivos Facebook: @prodaditivos

PROD Aditivos Instagram: @prodaditivos

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on email
Email
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on linkedin
LinkedIn