Combustível adulterado? Saiba como evitar prejuízos!

O abastecimento com combustível adulterado pode resultar em graves falhas no motor e gerar um grande prejuízo ao motorista.

No entanto, essa é uma infelicidade a que todo condutor está sujeito, já que postos que fraudam combustíveis são mais comuns do que se imagina!

Os problemas que podem ser ocasionados pela presença do combustível adulterado no motor são variados. Vão desde pequenos defeitos, como perda de desempenho do automóvel, até a contaminação do óleo e, em casos extremos, danos severos em componentes do próprio motor.

Entretanto, para nossa felicidade, o automóvel costuma apresentar sinais da presença de um combustível adulterado no tanque. Quer conhecer esses sinais e saber como lidar e evitar esse contratempo? Confira neste artigo:

  • Principais sinais de que seu carro foi abastecido com combustível adulterado;
  • Manipulações mais comuns quando se trata de combustível adulterado;
  • Como fugir do consumo de combustível adulterado e evitar maiores prejuízos?
  • Abasteci meu carro com combustível adulterado, o que devo fazer?

Principais sinais de que seu caro foi abastecido com combustível adulterado:

  • Luz de alerta da injeção acionada:

Luz de alerta da injeção acionada:

Quando a luz de alerta da injeção acende isso pode indicar alguma irregularidade no sistema de injeção eletrônica. Variados são os motivos que podem levar esse alerta a ser acionado, por isso é sempre importante ficar atento a outros indicadores.

Com isso, um dos motivos para esse alerta, pode ser a presença de combustível adulterado no tanque. Resultando em dificuldades do sistema de injeção eletrônica em calcular a mistura ideal de ar ao combustível.

  • Falhas na partida e veículo “engasgando”:

Um indicativo de que o motor está sendo alimentado com combustível adulterado pode ser a demora no momento de partida, falhas durante o funcionamento do motor em momentos de baixa rotação ou em início de aceleração.

  • Perda de performance e aumento de consumo de combustível:

Outro sinal comum da presença de combustível adulterado é a perda de eficiência e performance do automóvel, principalmente durante a aceleração e momentos de retomadas. Se seu carro parecia mais potente antes do abastecimento, é importante ficar alerta!

Além disso, fique atento se o consumo de combustível aumentou em relação ao abastecimento anterior. É comum que carros abastecidos com combustível adulterado percam desempenho, fazendo com que o combustível acabe mais rapidamente.

 

Manipulações mais comuns quando se trata de combustível adulterado:

  1. Etanol com muita água:

Muitas vezes o combustível etanol pode ser alvo de fraudes. Nesse caso, o tipo de adulteração mais comum é a diluição do etanol anidro em água que ultrapassa o limite permitido de 7%.

Um dos indícios que seu carro foi abastecido com etanol adulterado é a permanência e volume do gotejamento no escapamento após o abastecimento do veículo. Caso isso aconteça, é importante se atentar!

  1. Gasolina fora das novas especificações:

Em janeiro de 2020 a ANP (Agência Nacional do Petróleo) estabeleceu novas especificações para a gasolina automotiva. Esse novo padrão aparece com a finalidade de melhorar a qualidade da gasolina que é comercializada no país.

Uma dessas novas especificações impõe o valor de 715kg/m³ para a massa específica mínima para o combustível.

O não seguimento deste novo padrão, o uso do combustível adulterado, resulta diretamente em um maior consumo de combustível e perda de desempenho.

Já ouviu falar sobre a nova gasolina? Confira mais sobre esse assunto em nosso blog!

  1. Gasolina com muito etanol:

Desde 2015, segundo a Petrobras, o percentual de etanol anidro combustível obrigatório por litro de gasolina comum ou aditivada é de 27%.

No entanto, não é incomum encontrar postos de gasolina vendendo este combustível adulterado. Segundo um artigo da Quatro Rodas um aumento do consumo de combustível de 15% a 20%, é um sinal de gasolina com etanol demais.

  1. Diesel com muito Biodiesel:

Uma fraude comum quando se trata de combustível adulterado, é no diesel quando a presença de biodiesel está além da mistura prevista pela legislação.

Por lei, o índice de biodiesel contido no diesel, não pode ultrapassar a marca dos 13%. O excesso deste componente causa perda de eficiência e rápida oxidação do combustível que gera formação de detritos, principalmente nos filtros.

 

Como fugir do consumo de combustível adulterado e evitar maiores prejuízos?

Sabemos que a venda de combustível adulterado e os prejuízos causados por ele é uma realidade que assombra o motorista brasileiro. No entanto, é importante estar sempre atento para não ter os seus direitos de consumidor violados.

Confira a seguir algumas dicas que vão te ajudar a evitar essa infelicidade:

  • Abasteça em postos de sua confiança.

Conhecer o seu fornecedor é primordial para fugir da compra de combustível adulterado. Para isso, dê preferência para postos de gasolina que já tem sua confiança.

Sabemos que às vezes é inviável abastecer sempre no mesmo posto de gasolina. No entanto, fazer uma pesquisa e estabelecer uma rede de postos confiáveis pode ajudar a evitar o consumo de combustível adulterado.

  • Se desconfiar que o estabelecimento vende combustível adulterado, questione!

Fique atento aos postos que vendem combustível por um preço muito inferior ao do restante do mercado, há risco de ser combustível adulterado. Além disso, verifique as bombas de combustível, elas devem apresentar o selo do Inmetro e a etiqueta com o CNPJ e endereço do posto.

Se continuar desconfiado, você pode solicitar a testagem do combustível. Por lei o estabelecimento tem a obrigação de comprovar que seu produto segue as especificações exigidas.

Contudo, caso o local não aceite submeter seu produto a uma simples e rápida testagem, você deve repassar a denúncia à ANP pelo telefone 0800 970 0267.

  • Exija sempre a nota fiscal.

Caso alguma irregularidade seja diagnosticada ou ocorra alguma falha mecânica pelo abastecimento com combustível adulterado o estabelecimento é obrigado a te reembolsar pelos danos.

 

Abasteci meu carro com combustível adulterado, o que devo fazer?

 Se seu carro apresenta falhas mecânicas devido ao abastecimento com combustível adulterado, a primeira coisa a se fazer é buscar seu mecânico de confiança.

Na maioria dos casos, o mecânico deve realizar a retirada do tanque de combustível  para limpeza e uma revisão no sistema de injeção eletrônica. Em casos mais graves, talvez seja necessária uma revisão completa.

O consumo de combustível adulterado é uma realidade para muitos brasileiros, por isso é muito importante estar atento aos sinais. Agora que você já sabe como prevenir essa infelicidade e diagnosticar o seu veículo, fica mais fácil evitar maiores prejuízos!

Já conhece a linha de produtos PROD? Clique aqui.

Linha de Produtos PROD Aditivos

Gostou desse conteúdo? Fique ligado em nossas redes sociais:

PROD Aditivos Facebook: @prodaditivos

PROD Aditivos Instagram: @prodaditivos

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on email
Email
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on linkedin
LinkedIn